terça-feira, 20 de setembro de 2016

Resposta à Constância

Hoje me deparei com um comentário de leitora, aguardando publicação, com data de maio deste ano. Sim, faz tempo que estou afastada. A mensagem que não identifica o autor, apenas um pseudônimo, nem deixa email para contato, me pede um conselho. Não sou conselheira, nem psicóloga, tampouco especialista no assunto. Mas não resisto em compartilhar minhas experiências. Além disso, sobre este assunto tenho muita segurança para comentar . 

A moça - sei que é uma mulher porque se referiu a ter sido traída pelo marido, não conseguiu perdoar e está sofrendo por isso. Ela afirma que já assistiu a palestras e  vídeos sobre perdão para aprender a fazê-lo e ainda não conseguiu. 

Como faço para aprender a perdoar?, ela pergunta. E eu respondo. Perdoando. 

Acredite no mandamento da oração mais conhecida do mundo: "Pai, perdoa-me como tenho perdoado àquele que me ofende." Ninguém, absolutamente, nenhum ser humano tem nele mesmo a capacidade de perdoar. Fazemos porque recebemos este ensinamento. Não importa se quem te ofendeu não reconhece que te feriu, perdoe mesmo assim - em oração. 

Não precisa chegar na pessoa, não precisa esperar que ela reconheça o mal que te fez; não adie, não perca tempo. Perdoe. Declare a Deus, em voz alta, que perdoa a pessoa por cada coisa ruim que te atingiu.  Vale até listar todas as mentiras e safadezas do traidor contra você. E, aí, liberte-se dele. 

Depois desta oração, toda vez que seu pensamento voltar-se para os fatos que te entristecem, Retorne à confirmação da oração. "Espírito Santo, eu já perdoei esta pessoa. Haja sobre a minha vida e a dela, conforme a tua vontade na minha vida."

Apenas creia. Vai dar certo. 


6 comentários:

  1. Digo mais, o perdão nos cura! Quando perdoamos , ficamos livres para que a dor diminua dia a dia, até desaparecer! O Espírito Santo é especialista em nós curar!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a fé que vira fato é cura e libertação. A fé é amor.

      Excluir
  2. Que maravilha ter você de volta. Que tal o próximo tema ser um pouco da experiência vivida nesse período de afastamento? Doação, amor fraterno num mundo tão egoísta.

    ResponderExcluir
  3. Perdoar não é esquecer, é não sentir mais a dor!

    ResponderExcluir
  4. Sim o perdão e a fé nos curao e libertao , vou buscar a cura e a paz, obrigado por ser luz no caminho das famílias

    ResponderExcluir